Coleções de livros em alemão 4

Algumas dicas bacanas de coleções a partir dos 10 anos.


Charlie Bone und das Geheimnis der sprechenden Bilder

de 10 a 12 anos

51Ce70haOKL._SX337_BO1,204,203,200_

Charlie Bone é um garoto normal, pelo menos é o que ele pensa, até que uma foto fala com ele. Sua avó fica radiante, porque constata que ele tem um dom especial . Por isso, ele vai para o internato,  Bloor-Akademie, para crianças com dons especiais. Lá ele faz dois novos amigos:  Olivia e Fidelio. Num estilo meio Harry Potter, os livros narram as aventuras fantásticas destas crianças.

https://www.amazon.de/Charlie-Bone-Geheimnis-sprechenden-Bilder/dp/3473523240/ref=pd_sim_14_14?ie=UTF8&dpID=51Ce70haOKL&dpSrc=sims&preST=_AC_UL160_SR108%2C160_&refRID=SNS7KMA57GX074D8VR2A

Gregor und die graue Prophezeiung

de 10 a 12 anos

51ZqG+B-i-L._SX327_BO1,204,203,200_

Os livros foram escritos pela autora de Panem, sucesso literário e de Hollywood. Gregor e sua irmã vão parar no submundo de Nova Iorque, onde habitam as mais estranhas criaturas. Sim, o livro é meio de horror. Mas as criaturas como baratas, ratos, aranhas, morcegos adquirem personalidade e formas inteligentes de se expressar.

https://www.amazon.de/Gregor-graue-Prophezeiung-Suzanne-Collins/dp/3841500021/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1465752104&sr=8-1&keywords=gregor

Die Glücksbäckerei – Die magische Verwandlung

a partir de 10 anos

6148SQML2lL._SX324_BO1,204,203,200_

Uma história cheia de mágica, que se passa dentro de uma confeitaria. A personagem principal tem 12 anos e com ela se identificam as leitoras desta faixa etária.

https://www.amazon.de/Die-Glücksbäckerei-magische-Verwandlung/dp/3737340080/ref=pd_sim_14_56?ie=UTF8&dpID=6148SQML2lL&dpSrc=sims&preST=_AC_UL160_SR104%2C160_&refRID=4TM167QXAQP7ZMKG4FVD

Carlotta, Band 1: Carlotta – Internat auf Probe

de 10  a 14 anos

51qHJv3kDNL._SX319_BO1,204,203,200_

Esta coleção já foi uma das preferidas da minha filha. Carlotta é uma menina comum meio caótica, que vai estudar num internato. Suas aventuras, amizades e interesses são narradas de forma que meninas se identifiquem com ela. Dagmar Hoßfeld é uma das autoras de Conni e conhece bem seu público alvo.

https://www.amazon.de/Carlotta-Band-Internat-auf-Probe/dp/3551314691/ref=sr_1_5?ie=UTF8&qid=1465753793&sr=8-5&keywords=carlotta

Rubinrot – Saphirblau – Smaragdgrün: Liebe geht durch alle Zeiten. Die Trilogie im Schuber

de 12 a 15 anos

61+cBuL5ypL._SX416_BO1,204,203,200_

Esta é uma coleção de apenas três livros, que viraram filmes também. Minha filha amou estas histórias meio fantásticas! A personagem principal é Gwendolyn, 16 anos, que mora em um casarão em Londres. Ela vive aventuras em que viaja no tempo e descobre o primeiro amor. Romances para suspirar!

https://www.amazon.de/Rubinrot-Saphirblau-Smaragdgrün-Zeiten-Trilogie/dp/3401600400/ref=pd_cp_14_3?ie=UTF8&refRID=4R72HZBW2GMC1VQNDHKH

Tintenherz de Cornelia Funke

 de 12 a 14 anos

61SO9zfFkGL._SX327_BO1,204,203,200_

Cornelia Funke é uma autora muito conhecida na Alemanha. Ela escreveu muitos livros infanto-juvenis. Tintenherz é o primeiro da série, onde ela narra a vida do contador de histórias Mo e sua filha Meggie. Meggie é leitora ávida. E Mo trabalha com livros antigos. O livro foi filmado em Hollywood e o filme ficou maravilhoso também. Minha filha leu este livro quando tinha uns 9 anos. Algumas passagens são fortes e meio assustadoras, mas a história é brilhante e me faz lembrar a criatividade da J.K. Rowling.

https://www.amazon.de/Tintenherz-Cornelia-Funke/dp/3841500129?ie=UTF8&qid=1465754929&ref_=la_B001ILHLGQ_1_1&s=books&sr=1-1

 

Silber – Das erste Buch der Träume: Roman

a partir de 14 anos

61Nz+XjuEJL._SX324_BO1,204,203,200_

Da mesma autora da coleção com o nome das pedras preciosas, Kerstin Gier, estes livros começaram a ser lançados no ano passado. Liv Silber tem 16 anos, e tem que se mudar mais uma vez junto com a sua mãe e irmã para um novo país, desta vez para Londres. Liv vai passar a ter uma família  Patchwork, já que sua mãe vai se juntar a um inglês que tem dois filhos também. As aventuras de Liv se relacionam aos seus sonhos vívidos com os dois novos irmãos da família. Chega um ponto da história em que ela não sabe mais o que é realidade e o que é sonho. Minha filha já leu os dois primeiros livros e amou o enredo. Pena que também são apenas três livros que compõem a coleção!

https://www.amazon.de/Silber-erste-Buch-Träume-Roman/dp/3841421059/ref=sr_1_2?s=books&ie=UTF8&qid=1465754400&sr=1-2&keywords=silber

Coleções de livros em alemão 3

Este texto escrevo pensando nas crianças que irão entrar na escola neste ano e irão se iniciar no mundo das letras. Penso também nas mamães que adentram junto com os filhos o universo escolar e se deparam com muitos novos desafios, por conta do sistema de ensino alemão diferente do nosso conhecido no Brasil. Muitas dicas passadas por outras mães, guardei com carinho, como por exemplo, o Antolin, um site onde as crianças são motivadas a ler, acumulando pontos, ou dicas de livros e coleções que tornaram a leitura um enorme prazer para a minha filha. Para meu filho ainda não, mas a esperança é a última que morre 🙂 . E dizem que meninos demoram mais, para de fato se interessar por livros. Em algumas palestras nas quais participei, fiquei sabendo que a fórmula de livros para meninos é diferente da para meninas, apesar de haver livros unisex, que agradam a ambos os sexos. Na dúvida, caso você não saiba, se um livro vai agradar ao seu filho, pegue na biblioteca antes de comprar. Afinal, é uma pena comprar livros que não serão lidos!

Die Olchis aus Schmuddelfing

de 3 a 6 anos

61UNeUH8wBL._SX382_BO1,204,203,200_

Esta coleção foi lançada há mais de 10 anos e ainda encanta muitas crianças, inclusive as que ainda estão no Kindergarten. É ótima para os pais lerem para os filhos ou para os filhos tentarem ler pela primeira vez, até porque, se já estiverem familiarizados com as histórias, eles se empolgarão em ler sozinhos com mais interesse. Os Olchis são serezinhos engraçados que se sentem muito bem na sujeira.  O autor, Erhard Dietl, é pai de três filhos e também ilustra seus livros e já publicou cerca de 500 livros.

https://www.amazon.de/Die-Olchis-Schmuddelfing-Erhard-Dietl/dp/3789164100/ref=sr_1_1?s=books&ie=UTF8&qid=1465582307&sr=1-1&keywords=die+olchis



Der kleine Drache Kokosnuss

a partir dos 6 anos

51oZORcasFL._SX387_BO1,204,203,200_

Kokosnuss é um dragão esperto e muito curioso. Ele mora com seus pais numa ilha de dragões que ainda não foi descoberta. Dragões frequentam a escola de vôos. Porém, aprender a voar é uma tarefa  difícil. A coleção é extensa, bem escrita e muito bem ilustrada. O misto de texto com ilustrações auxilia os iniciantes a tomarem coragem de ler um livro todo.

No início da escola, a dica é pedir para a criança ler uma frase, e o adulto que acompanha lê outra, sempre se revezando. Depois a criança lê uma página e o adulto a próxima. Negociações são comuns nesta fase. Considero a linguagem do Kokosnuss às vezes um pouco rebuscada para crianças de 6 anos. Me lembro que parávamos no meio para explicar algumas palavras. Por outro lado, é uma ótima maneira de enriquecer o vocabulário. Dependendo da criança pode ser aconselhável esperar mais um ano até iniciar com a leitura dos livros.

https://www.amazon.de/kleine-Drache-Kokosnuss-Vorlese-Bilderbuch-Vorlesebücher/dp/3570126838/ref=sr_1_1?s=books&ie=UTF8&qid=1465558253&sr=1-1&keywords=der+kleine+drache+kokosnuss+band+1

Teufelskicker

a partir dos 6 anos

51tiF1pabRL._SX352_BO1,204,203,200_

Uma coleção mais antiga, mas que agrada muito às crianças, principalmente quem curte futebol ou outro esporte em equipe. São muitos volumes e há também os CDs. Minha filha e minha sobrinha adoram, além do meu filho e do meu sobrinho.

https://www.amazon.de/Teufelskicker-Junior-beste-Mannschaft-Reihe/dp/3570156567/ref=sr_1_1?s=books&ie=UTF8&qid=1465556128&sr=1-1&keywords=teufelskicker

Minus Drei wünscht sich ein Haustier – 1o.volume

a partir de 6 anos

51WaG3tM08L._SX352_BO1,204,203,200_

Esta coleção acaba de ser lançada. As ilustrações são maravilhosas, e o texto é bem intercalado com elas, para a criança não sentir que está sendo desafiada a ler um livro longo, ainda um bicho-papão, no início da vida escolar. São aventuras de dinossauros que tem uma vidinha bem normal.

https://www.amazon.de/Minus-Drei-wünscht-Haustier-Drei-Reihe/dp/3570158926/ref=sr_1_9?s=books&ie=UTF8&qid=1465556833&sr=1-9&keywords=nur+drei

Tafiti und die Reise ans Ende der Welt

de 5  a 8 anos

517ncZGEmwL._SX369_BO1,204,203,200_

Tafiti, é uma dopera que vive na África. Suas aventuras junto com seus amigos sao descritas com muito detalhe e com ajuda de ilustrações bem fofas. A ideia é comprar o primeiro volume ainda antes da criança ler e ler para ela. Depois, conforme seu interesse, ela mesma poderá ler os próximos volumes. Julia Bohme é uma das autoras de Conni.

https://www.amazon.de/Tafiti-die-Reise-Ende-Welt/dp/378557486X/ref=pd_sim_14_18?ie=UTF8&dpID=517ncZGEmwL&dpSrc=sims&preST=_AC_UL160_SR119%2C160_&refRID=JVQTGAPYGBMDF86R8X35

Die Vulkanos pupsen los!

de 7 a 9 anos

61iTUZaq8gL._SX369_BO1,204,203,200_

Esta coleção do gênero escatológico agrada muito a meninos, principalmente. Os Vulkanos são um povo que mora numa região vulcânica e sofrem de muitos gases :-). A autora desta série é bastante conhecida:  Franziska Gehm, que escreveu a coleção das irmãs vampiras.

https://www.amazon.de/Die-Vulkanos-pupsen-Franziska-Gehm/dp/3785576587/ref=pd_sim_14_21?ie=UTF8&dpID=61iTUZaq8gL&dpSrc=sims&preST=_AC_UL160_SR119%2C160_&refRID=FK6XEN4V0TX3H5B5QKX8

Coleções de livros em alemão 2

Mais algumas coleções que agradam às crianças no ensino fundamental. Na linha de detetive e mistério, há quatro coleções que gostaria de destacar: o TKKG, o Drei Fragezeichen, o Drei Ausrufezeichen e Fünf Freunde. As quatro são extensas e facílimas de encontrar nas bibliotecas dos bairros. Todas elas têm as versões em CD, para ouvir as histórias. Aliás, recomendo os CDs de histórias, para as crianças que ainda não criaram coragem de ler um livro sozinhas. Ouvindo o CD, elas acabam ficando interessadas e costumam se interessar pela leitura dos livros.

TKKG – Jagd nach den Millionendieben – primeiro volume

de 8 a 10 anos
51G+HU6XMKL._SX338_BO1,204,203,200_
Tarzan, Klößchen, Karl e Gabi são quatro amigos que solucionam crimes na sua região. A combinação de suspense e histórias de amizade faz com que os livros sejam muito amados pelos leitores jovens.  Alguns livros já têm 30 anos que foram escritos, mas continuam agradando às novas gerações. A série conta com mais de 100 livros, o autor original já é falecido e me parece que outros autores ainda dão continuidade ao trabalho dele. Há também os filmes desta série.

https://www.amazon.de/TKKG-Jagd-nach-Millionendieben-Band-ebook/dp/B004OL293W/ref=sr_1_10?s=books&ie=UTF8&qid=1465465558&sr=1-10&keywords=tkkg

Die drei ??? Kids – volume 54

de 8 a 10 anos

51JWJ33djYL._SX338_BO1,204,203,200_

Esta série foi escrita por diferentes autores e vários ilustradores se encarregam da parte gráfica. O objetivo é agradar meninos que se interessam por histórias de detetive, já que os personagens são garotos, mas os livros agradam também às meninas.

https://www.amazon.de/drei-Kids-Band-Zombie-Alarm-Fragezeichen-ebook/dp/B00AY8G3B8/ref=pd_sim_351_40?ie=UTF8&dpID=51JWJ33djYL&dpSrc=sims&preST=_OU03_AC_UL160_SR109%2C160_&refRID=GKNBJ4NKD54XRFQ40140

Die drei !!! – volume 59

de 8 a 10 anos

51b6Sn779IL._SX335_BO1,204,203,200_

Esta é a versão feminina dos pontos de interrogação.  São mais de 60 volumes para se deleitar com as aventuras de três amigas.

https://www.amazon.de/Die-drei-geheime-Parfüm-Ausrufezeichen-ebook/dp/B019HZ99Y6/ref=sr_1_1?s=digital-text&ie=UTF8&qid=1465468364&sr=1-1&keywords=die+drei+ausrufezeichen

Fünf Freunde – Wie alles begann: Sammelband 1

de 8 a 10 anos

61FvBB4DiNL._SX367_BO1,204,203,200_.jpg

Fünf Freunde – quatro crianças e um cachorro – foi escrito pela Enid Blyton, autora também de Hanni und Nanni. Os livros fazem sucesso há 50 anos, verdadeiros clássicos da literatura infantil de origem britânica. Enid Blyton já é falecida e escreveu cerca de 700 livros que foram traduzidos para várias línguas. Na mesma fórmula das outras coleções, ela narra as aventuras das crianças e seu companheiro do mundo animal, ao solucionar alguns mistérios. Os filmes também são um sucesso.

https://www.amazon.de/Fünf-Freunde-alles-begann-Sammelband/dp/3809425907/ref=sr_1_1?s=books&ie=UTF8&qid=1465468877&sr=1-1&keywords=fünf+freunde

Rico und Oskar –  volume 1

de 10 a 12 anos

51ZeD4BDN4L._SX319_BO1,204,203,200_

Esta coleção é definitivamente para meninos, aqueles que às vezes têm dificuldade de se encaixar no padrão, os caóticos, bagunçados, divertidos, bem fora da média. As caricaturas são ótimas, o texto é em letras grandes, justamente para que os meninões, que não lêem muito, possam se sentir à vontade. Ideal para os meninos que estão começando a escola secundária. Bestseller do Spiegel!

https://www.amazon.de/Rico-Oskar-Band-die-Tieferschatten/dp/3551310297/ref=lp_5452843031_1_3?s=books&ie=UTF8&qid=1465469552&sr=1-3

Coleções de livros em alemão 1

O universo literário em alemão é maravilhoso! Há tantos livros bons no mercado, com preços acessíveis, sem contar a possibilidade de pegar os livros emprestados nas bibliotecas, da cidade, da escola etc… Só não lê quem não quer mesmo! As coleções de livros têm um lugar de destaque neste universo. Além das crianças poderem seguir as histórias dos seus personagens por vários livros, nós, mães ou pais, não temos que procurar novidades o tempo todo, é só comprar o novo volume da coleção.

A primeira coleção que chegou às nossas mãos foi a da Conni, da Liane Schneider. Os livrinhos da Conni já encantam na fase de Kindergarten e seguem interessantes por várias fases da vida escolar da criança, porque a Conni vai crescendo. Quer coisa melhor para uma criança se identificar?!?! Eu considero os livros da Conni para Kindergarten e início de escola ideais tanto para meninos quanto meninas. Depois, quando ela cresce e sai do ensino fundamental, acho que ela é ideal para meninas mesmo. Minha filha leu praticamente tudo que havia disponível na biblioteca e tem também alguns volumes comprados. Os livros para crianças mais velhas foram escritos pela Julia Bohme.

O primeiro Conni que tivemos em mãos, presente de uma amiga <3, foi o do Kindergarten. Minha filha ganhou na época em que ia entrar no Kita. Identificação total! Lemos e relemos aquela história 1.000 vezes. E com meu filho foi igual. O livro faz parte do selo Lesemaus, que também recomendo muito. Quase tudo deste selo é sensacional.

61bZ5BX3+6L._SY498_BO1,204,203,200_

de 3 a 5 anos

https://www.amazon.de/LESEMAUS-Band-28-Conni-Kindergarten/dp/3551088284/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1465366654&sr=8-1&keywords=conni+kindergarten

Este aqui também foi um livro que marcou, na época de 3a. série, quando perto da hora de viajar com a turma por alguns dias. Leitura gostosa e muito pedagógica que auxiliou à minha filha a se preparar para a primeira viagem sem a nossa família.

510+rHk05EL._SX336_BO1,204,203,200_

de 8 a 10 anos

https://www.amazon.de/Conni-Erzählbände-Band-Conni-geht-Klassenfahrt/dp/3551552835/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1465366939&sr=8-1&keywords=conni+3.+klasse

Atualmente, minha filha lê os livros em que a Conni se apaixona, faz intercâmbio, tem que lidar com questões da adolescência.

Outra coleção bem extensa é Das magische Baumhaus. No ano passado, lançaram a linha Junior, para crianças que estão começando a ler textos mais longos. A fórmula básica dos livros é a dupla de crianças Phillip e Anne que viajam dentro da casinha da árvore, para os lugares mais inimagináveis do mundo. Os livros agradam a meninos e meninas.

51lpGplDepL._AC_US160_

de 7 a 10 anos

https://www.amazon.de/Das-magische-Baumhaus-Tal-Dinosaurier/dp/3785535910/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1465367523&sr=8-1&keywords=magische+baumhaus+1

Uma coleção ainda pequena mas que vem crescendo é a Lola, da Isabel Abedi, casada com um brasileiro. Lola é  filha de um brasileiro muito engraçada e espirituosa. O primeiro volume deu origem ao filme, que é uma graça! Os livros da Lola são escritos para o público de meninas, porém acredito que ao menos o primeiro livro, que conta da origem brasileira de Lola, pode interessar aos meninos também. Aliás a Isabel Abedi já escreveu vários livros que valem muito a leitura, como Isola, Imago, Die längste Nacht, Popstargeschichten, Whisper…

51I+vdej8bL._SX354_BO1,204,203,200_

de 8 a 10 anos

https://www.amazon.de/Hier-kommt-Lola-Band-1/dp/378555169X/ref=sr_1_5?ie=UTF8&qid=1465367888&sr=8-5&keywords=Lola

Beast Quest é uma coleção unisex de fantasia e muita ação, que agrada bastante a meninos, mas a meninas também. Quarenta e quatro livros já foram traduzidos do inglês e acho que a saga dos dragões ainda não chegou ao fim. Tanto meu sobrinho quanto minha filha passaram horas lendo os livros desta coleção. Agora pularam para  o Warrior Cats, que comentarei num outro texto.

518+pji5diL._SX320_BO1,204,203,200_

de 8 a 10 anos

https://www.amazon.de/Beast-Quest-Ferno-Herr-Feuers/dp/3785561555/ref=sr_1_1?s=books&ie=UTF8&qid=1465368465&sr=1-1&keywords=beast+quest

Links de Listas de Livros em alemão

Livros infantis em alemão costumam ter sempre uma indicação para faixa etária, o que é ótimo, pois facilita muitíssimo a escolha. Eventualmente a criança ainda se interessa por livros de uma faixa etária acima ou abaixo da qual se encontra. Aí é uma questão de avaliar a criança individualmente.

Aqui perto de casa contamos com uma excelente livraria que coincidentemente produz uma revista contendo dicas de novos livros, a Hits für Kids. A revista é um trabalho bem interessante, que conta com a colaboração de pessoas que trabalham na área, em várias livrarias da Alemanha. Ela também está disponível para ser visualizada online: http://www.hitsfuerkids.de/hits-fuer-kids/ . Sempre encontro  nela alguma novidade, para presentear os filhos, sobrinhos e amigos.

Há pouco tempo descobri a página http://www.kinderbuch-couch.de e tenho dado uma olhada frequente nas rubricas Themen e Neuheiten, onde é possível visualizar os livros que ainda não  foram lançados. Se um autor é muito querido das crianças, já fico de olho nos novos lançamentos dele. Às vezes, meus filhos curtem ler séries e eu até peço o livro que ainda não foi lançado na Amazon, para fazer uma surpresa.

Costumo ficar atenta à lista de bestsellers do Spiegel também. Já conhecendo o gosto da criança, é possível obter títulos novos que farão sucesso com certeza. Bom também para ficar por dentro dos nomes de autores que costumam escrever os bestsellers, como Julia Bohme, Kirsten Boie, Mary Poppe Osborne, Margit Auer, Cornelia Funke, Eric Carle. http://www.spiegel.de/kultur/literatur/spiegel-bestseller-kinder-und-jugendbuecher-a-1025519.html

Esta é uma página estilo clube do livro. Você pode se cadastrar e marcar os livros que já leu, comentá-los e até ganhar livros. Acho a ideia bem bacana.  http://www.lovelybooks.de/buecher/kinderbuch/

Uma outra possibilidade é entrar direto nos sites das livrarias e obter as dicas lá mesmo, como ThaliaHugendubelWeltbildBuecher.de e Amazon.de.

Fecho meu texto com algumas dicas de livros para crianças pequenas. Os três primeiros foram traduzidos para o português.

Die kleine Raupe Nimmersatt de Eric Carle (Uma Lagarta Muito Comilona)

a partir de 3 anos

51KnqPGO3lL._SY380_BO1,204,203,200_

https://www.amazon.de/kleine-Raupe-Nimmersatt-Eric-Carle/dp/3836940345/ref=sr_1_1?s=books&ie=UTF8&qid=1465137997&sr=1-1&keywords=kleine+raupe+nimmersatt

Uma lagarta muito comilona conta a divertida história de uma lagarta gulosa que come de tudo. Come até as páginas do livro! Em uma história cheia de cores e muito divertida, Eric Carle nos mostra a semana da lagarta. Por meio de repetições, este livro ajuda a criança a memorizar os dias da semana e os números de 1 a 10.

Der Grüffelo  de Julia Donaldson e Axel Scheffler (O Grúfalo)

a partir de 3 anos

614CHAXhHTL._SX398_BO1,204,203,200_

https://www.amazon.de/Grüffelo-Vierfarbiges-Pappbilderbuch-Axel-Scheffler/dp/3407792913/ref=sr_1_1?s=books&ie=UTF8&qid=1465138361&sr=1-1&keywords=grüffelo

Usando de astúcia e imaginação, um ratinho vai criando um monstro terrível e assustador – o Grúfalo – e diverte-se espantando seus predadores. Mas, qual não é seu espanto ao ver sua imaginação personificada à sua frente. ”O Grúfalo”, de Julia Donaldson, é uma divertida fábula sobre os poderes da nossa imaginação. As bonitas ilustrações, de Axel Scheffler, complementam a graça do texto e convidam a acompanharmos o ratinho em seu passeio pela floresta.

Vom kleinen Maulwurf, der wissen wollte, wer ihm auf den Kopf gemacht hat de  Werner Holzwarth e Wolf Erlbruch (Da Pequena Toupeira Que Queria Saber Quem Tinha Feito Cocô Na Cabeça Dela)

a partir de 4 anos

51tqbnl-M-L._SY371_BO1,204,203,200_

https://www.amazon.de/kleinen-Maulwurf-wissen-wollte-gemacht/dp/3872947796/ref=sr_1_1?s=books&ie=UTF8&qid=1465138669&sr=1-1&keywords=vom+kleinen+maulwurf+der+wissen+wollte+wer+ihm+auf+den+kopf+gemacht+hat

O título deste livro simpaticíssimo não deixa a menor dúvida quanto ao tema tratado. O problema se apresenta certa manhã, quando a toupeirinha ia saindo de sua toca: quem teria feito cocô sobre sua cabeça? Para esclarecer o enigma, ela interroga todos os animais que encontra no campo: o cavalo, a pomba, a vaca, o porco… E os diversos bichos suspeitos, para se inocentar, exibem os respectivos cocôs à toupeira.

Quatsch-Parade de Eric Carle

a partir de 4 anos

41RTftEliGL._SX374_BO1,204,203,200_

https://www.amazon.de/Eric-Carles-Quatsch-Parade-Carle/dp/3836958937/ref=sr_1_1?s=books&ie=UTF8&qid=1465138941&sr=1-1&keywords=quatschparade

Um livro onde tudo é possível, uma brincadeira com cores e formas, além de palavras. Muito surrealismo e fantasia.

 

Crianças desacompanhadas no caminho para a escola

Existem muitas diferenças culturais com as quais nos confrontamos quase diariamente, morando aqui na Alemanha. Me lembro que uma das coisas que me chocou, quando vim morar aqui, foi ver crianças de 6 anos de idade no caminho para a escola sem um adulto acompanhando. Eu não era mãe naquela época, mas mesmo assim estranhei o fato, pois no Brasil de hoje as crianças são levadas e buscadas pelos pais de/para a escola até estarem quase com dezoito anos. Em tempos de histórias macabras estilo Natascha Kampusch é sempre bom refletir sobre o assunto.

Em 1970, aqui na Alemanha, cerca de 91% dos alunos do ensino fundamental iam sozinhos para a escola. No ano de 2012, o número caiu para 50%, conforme uma pesquisa do instituto Forsa. Aparentemente os pais estão mais inseguros com relação aos seus filhos. Eles têm medo do trânsito ou de alguém fazer mal às crianças.

dunkelheit-autoverkehr-fremde

Quando meu filho poderá ir sozinho à escola e ao que devemos prestar atenção?

Plaquinhas com os dizeres: “Ab hier schaffen wir das allein!” – a partir daqui consigo ir sozinho – se encontram em lugares estratégicos da escola, para motivar os pais a deixarem os filhos irem sozinhos. Às vezes, elas se encontram no último cruzamento antes de chegar na escola, muitas vezes na escada dentro da escola, já que muitos pais prefeririam levar seus filhos até a porta da sala de aula.

helikopter128_v-contentgross

As crianças de 6 ou 7 anos dão conta com certeza de fazer o caminho para a escola afirma Martin Kobusynski da Polícia de Hamburgo: “Uma possibilidade é que os pais acompanhem os filhos no início das aulas. Porém, nós aconselhamos que as crianças se acostumem a fazer sozinhas alguns dos percursos diários que têm que fazer, não só para a escola como também para outras atividades, perto de casa. É possível treinar com as crianças como fazer estes caminhos e como lidar com situações mais críticas.”

Às vezes a pergunta a ser feita é outra: Quando estarei preparada/o como mãe ou pai para deixar meu filho ir sozinho à escola? Porque, apesar dos alemães verem a criança desacompanhada como algo normal, para nós brasileiros exige deixar para trás as neuras de assaltos e perigos iminentes com as quais convivemos durante muitos anos, no nosso Brasil. Uma das razões pelas quais muitos de nós moram aqui é a segurança. Tudo bem, na Alemanha existem lugares perigosos também, mas a violência é menor. Acredito que, se a mãe tem medo, ela passa este aos filhos naturalmente, sem nem sentir. Então, primeiro é necessário que a mãe se sinta segura no lugar em que mora.

Perigos: outros adultos e conflitos com outras crianças

A maioria dos pais têm medo que adultos, supostamente oferecendo doces, ganhem a confiança da criança para fazer coisas que nem gostaríamos de imaginar. Porém, esta situação acontece raramente ou quase nunca, segundo a polícia de Hamburgo. Um dos maiores problemas que as crianças enfrentam no seu caminho para a escola são os conflitos com outras crianças, às vezes mais velhas, que podem levar até a agressão física. Importante é conversar com a criança sobre estas possibilidades, imaginar as situações junto com ela e buscar alternativas de apoio, conversando com ela, como por exemplo: definir o caminho mais seguro, que não obrigatoriamente é o mais curto, escolher “ilhas de segurança” que podem ser lojas, cafés, padarias ao longo do caminho ou até mesmo a casa de um amiguinho, que mora mais perto da escola.

Uma alternativa muito comum é que a criança ande em grupo sempre, com amiguinhos que já se conhecem e se apoiam em alguma situação fora do normal. A regra de não falar com estranhos deve ser sempre reforçada, e para manter a distância recomenda-se que a criança seja formal e utilize a palavra Sie no lugar de Du, quando se comunicar com alguém desconhecido.

Treinamento do percurso a pé

Com meus filhos, treinamos o caminho para a escola durante vários meses, muito antes da escola iniciar, quando eles tinham 6 e 5 anos, respectivamente. Nós os acompanhamos por um tempo, a mais velha por uns 6 meses, o mais novo por menos tempo, pois ele já estava mais familiarizado com a cidade, por conta de ter uma irmã mais velha. Nós adotamos também a prática da criança ir à frente, mostrando o caminho, depois fomos acompanhando só numa parte do trajeto, por exemplo gradativamente 3/4 do caminho, deixando eles fazerem 1/4 sozinhos, depois 2/3 do caminho, 1/3 eles sozinhos, depois metade do caminho etc…. E na volta da escola, encontrando com eles no meio do caminho, por exemplo.

A regra número 1 que estabelecemos com eles foi, se algum adulto estranho abordá-los e parecer trazer algum tipo de perigo consigo, jogar a mochila pesada no chão e correr, além de gritar em altos brados que algo estranho estaria acontecendo. Isto felizmente nunca aconteceu. No começo, eles às vezes relatavam uma insegurança e contavam que haviam corrido, sem jogar a mochila. Nós então os acompanhávamos novamente ou íamos escondidos bem atrás, para checar se havia algo de errado.

Na minha opinião, o mais importante é trabalhar a auto-estima da criança, assegurar que existe confiança mútua. Nós não teríamos mandado nossos filhos sozinhos para a escola, se tivessemos sentido que eles têm medo da situação. Mostramos a eles que tínhamos confiança e que acreditávamos que eles iriam conseguir fazer o caminho sozinhos, com amiguinhos. Importante dizer aqui que moramos em cidade pequena, que conhecemos muitas famílias na cidade e que as famílias também ficam de olho aberto, caso estejam fazendo o percurso com seus filhos. Eu mesma já intervim em brigas e pequenos conflitos entre crianças. É subentendido que os adultos zelem pela segurança das crianças, mesmo que elas não sejam seus filhos. Adultos também não oferecem carona, pois sabem que as crianças são instruídas a recusar claramente.

Pode andar de patinete ou bicicleta para a escola?

A escola também tem a expectativa de que as crianças façam o trajeto a pé, sem usar bicicleta ou patinete. Algumas escolas inclusive fazem projetos de competição entre as turmas, para descobrir qual turma tem mais alunos que fazem o percurso a pé. Segundo a escola da minha cidade, o seguro da escola cobre o percurso para a escola a pé, mas não se a criança estiver usando patinete (Roller) ou bicicleta. A bicicleta só pode ser usada, caso a criança tenha passado no teste para tirar a carteira de bicicleta (Fahrradführerschein), que acontece no fim da 3a. ou 4a. série. A escola explica que a caminhada antes de chegar à escola tem muitos benefícios: a criança acorda e fica mais atenta, a criança já gastou um pouco de sua energia, a criança interage com coleguinhas ao longo do caminho, a criança ganha autonomia e auto-estima etc…

Crimes e acidentes envolvendo crianças

Segundo a polícia de Frankfurt, não há estatísticas sobre crimes no caminho para a escola. Não há casos documentados de violência ou assaltos a crianças no trajeto escolar, no ano de 2012, ano em que foi publicado o artigo que usei de fonte aqui. Porém, na mídia são noticiados crimes em cidades maiores, como Hamburgo, ou assassinatos até em cidades menores que viram manchete de jornal. Enquanto nos anos 70 aconteciam 4,7 acidentes de trânsito para 1.000 crianças, em 2010 foram apenas 2,7. Talvez seja importante avaliar a região onde se mora, ler atentamente as notícias, pedir informações na própria escola (às vezes a própria escola faz recomendações de trajetos) ou na prefeitura. Cada família deve avaliar os riscos para si própria. Não adianta querer fazer igual à família vizinha e enviar a criança insegura para a escola.

E se eu for levar e buscar meu filho de carro?

Interessante também é que nas escolas onde há maior percentual de crianças que são levadas e buscadas de carro pelos pais, o número de acidentes é maior, já que o próprio trânsito de carros pode colocar em risco as crianças que vão a pé para a escola. No ano passado, na nossa cidade pacata, 3 crianças foram atropeladas pelo carro do avô do coleguinha, na frente da escola! Parece que no estado de Nordrhein-Westfallen o percentual de crianças que são entregues de carro é bem alto. E é um dos estados com maior concentração populacional por metro quadrado, além de ter regiões com problemas sociais mais complexos.

Em algumas zonas escolares, é necessário policiamento especial, ou alunos mais velhos e pais têm que se ocupar da organização do trânsito nas entradas da escola. As cidades alemãs costumam ter ruas estreitas, que não comportam um trânsito mais intenso. Algumas escolas não possuem nem estacionamento próprio, ou são localizadas numa zona residencial ou comercial, onde o trânsito não funciona nas horas de entrada e saída da escola.

Transporte público – quando meu filho pode usá-lo?

Quando nossa filha foi aceita na escola secundária na cidade maior aqui perto, que é a capital do estado vizinho, tivemos que nos preocupar com o fato de ela ter que pegar 2 ônibus para chegar na escola. Porém, ela já conhecia bastante a outra cidade, já havíamos andado bastante de ônibus até lá e ela iria de ônibus para a escola com várias coleguinhas daqui. Treinamos o trajeto com ela algumas vezes e a acompanhamos nos primeiros dias, nos revezando com os pais dos colegas. Foi bem tranquilo e em pouco tempo ela já estava arriscando vôos mais altos, como ir até o centro da cidade, fazer umas comprinhas de material ou pequenas coisinhas para ela. Isso com 10 anos de idade.

Não acredito que, morando em uma cidade maior, eu teria permitido à minha filha fazer o caminho da escola de ônibus ou metrô, ainda na escola primária. Para pegar condução, imagino que  a criança tenha que ter um pouco mais de maturidade, iniciativa e noção de perigo. Mas existem crianças pequenas em cidades maiores fazendo o caminho já no transporte público. A decisão é da família, com certeza.

Conversa sobre perigo nas ruas deve ser iniciada cedo

Muito antes da criança começar na escola, é importante já conversar com ela sobre os perigos que existem no mundo. Não precisa ser um papo para assustá-la e deixá-la com medo, mas sim esclarecer em quem ela pode confiar, o que ela deve fazer, se estiver insegura. Para isso, existem muitos livrinhos bacanas, tanto em alemão quanto em português.

Da série Conni há por exemplo um livrinho muito bom, chamado LESEMAUS, Band 137: Conni geht nicht mit Fremden mit (Conni na Amazon). Outro do Lesemaus, que gostávamos muito de ler é LESEMAUS, Band 4: Max geht nicht mit Fremden mit (Max na Amazon). Em português há O livro das emergências – O que toda criança esperta precisa saber sobre segurança, da Aline Angeli (Aticascipione). E a Ruth Rocha escreveu alguns livros sobre medo, que também recomendo.

Para falar mais sobre segurança com as crianças, achei estes dois textos muito bons: Mdemulher – como-ensinar-nocoes-de-seguranca-para-uma-crianca-pequena e Riokids.com.br – falar-com-estranhos.

Apesar de inicialmente eu ter tido muito receio de deixar minha primeira filha seguir seu caminho sozinha, já que venho do Rio de Janeiro, hoje em dia não me arrependo de tê-lo feito. Meus dois filhos curtem ter sua autonomia e saber que nós confiamos neles, e eu ganho bastante tempo, pelo fato de não ter que levá-los e buscá-los a todos os lugares. Nossa associação de esportes, por exemplo, é ao lado da escola. Às vezes vou buscá-los de surpresa, ou quando minha filha quebrou a perna, tive que levá-la e buscá-la por alguns meses. Faz parte do meu job de mãe!

E especialistas, segundo o Zeit, acreditam que esperar até a adolescência pode ser um erro, pois então nesta fase, o jovem pode ficar sobrecarregado com a expectativa de ter que encarar sozinho o caminho mais complexo para a escola secundária, que por si só já é um desafio, além das outras questões da adolescência, como também pode ignorar os perigos, por falta de experiência e pelo falso  sentimento de coragem que a adolescência traz consigo.

Fontes:

NDR

FAZ

Zeit

Listas de Livros Infantis em Português

Bem-vindo! Você chegou na página do blog do grupo Maes Brasileiras na Alemanha, no facebook. Aqui iremos disponibilizar todas as informaçoes úteis que forem postadas no grupo, para facilitar a busca e a organizaçao das mesmas.

Neste primeiro post, gostariamos de dar algumas dicas de links sobre livros infantis em português.

Uma lista excelente de livros infantis, classificados por idade, você encontra no link da Educar para Crescer da Abril.

educarparacrescer
http://educarparacrescer.abril.com.br/livros/?utm_source=redesabril_educar&utm_medium=facebook&utm_campaign=redesabril_educar&utm_content=eventos

Outro link que foi sugerido no grupo é o da Revista Crescer, que publica todos os anos uma lista de livros recomendados.

revista crescer

http://revistacrescer.globo.com/Revista/Crescer/0,,EMI307946-17759,00-OS+MELHORES+LIVROS+INFANTIS+DO+ANO.html

Uma dica muito boa, para quem quer comprar livros pela internet estando na Alemanha é a Estante Virtual.

Eles trabalham com o pagamento por paypal. O link é http://www.estantevirtual.com.br/

Para quem nao se incomoda em comprar livros de segunda mao, existe o grupo “Flohmarkt” dos Brasileirinhos na Alemanha, um bazar online para compra e venda de artigos relacionados às crianças. Lá, além de livros, é possível encontrar brinquedos, DVDs e CDs, brinquedos e roupas. Para saber como funciona o “Flohmarkt”, torne-se membro do grupo.

O link é https://www.facebook.com/groups/459165427452266/

FlohmarktFaixa